Catarata - CENOR - Centro de Olhos do Recife
Catarata
O olho humano possuí uma lente externa, chamada de córnea e outra interna chamada de cristalino.

A córnea tem grau fixo e o cristalino tem grau variável, controlado pela contração da musculatura ciliar.

O cristalino é, na realidade, um saco capsular preenchido por proteínas totalmente transparentes.


A partir dos 45 anos de idade, uma boa parcela da população começa a ter um aumento da densidade destas proteínas, com a conseqüente diminuição progressiva da qualidade de visão e alteração do grau que a pessoa tinha habitualmente.

As pessoas vão ficando progressivamente mais hipermetropes ou mais miopes e vão perdendo habilidade de ver de perto ou de longe.

Indo mais adiante o processo, iniciam-se os sintomas visuais como deslumbramento com as luzes e dificuldade com faróis de carros.

Se a condição progredir, começa então a baixar a acuidade visual corrigida e decai a qualidade de vida do portador da catarata.

Atualmente, com a moderna tecnologia de facoemulsificacão é recomendável tratar a catarata nos estágios mais iniciais, pois o nível de segurança e a facilidade com a qual o procedimento eh realizado permite dar ao paciente uma melhor qualidade visual e melhora na qualidade de vida sem ter de esperar uma longa fase de maturação, onde outras doenças ficam facilitadas, tais como o glaucoma.

O cristalino que está opacificando é aspirado através da facoemulsificacão, utilizando-se apenas anestesia tópica, através de algumas gotas de colírio anestésico.

O cristalino natural, aspirado é substituído por outro denominado lente intra ocular, a qual permanecerá no saco capsular, inerte, por toda a vida.

Catarata Estagio Inicial
Catarata Estagio 2
Catarata Estagio 3


O saco capsular, onde fica alojada a lente intraocular, tem transparência total, porem, em cerca de 20% dos pacientes, essa transparência poderá ir diminuindo progressivamente algumas semanas ou meses após a cirurgia, fazendo com que diminua a qualidade de visão.

Quando isto ocorre, este saco capsular é aberto através de disparos de um laser especializado denominado Yag Laser. E a visão retorna ao normal para o resto da vida.

O pos operatório da facoemulsificação é tão tranqüilo que o paciente já sai da cirurgia de olho aberto, sem curativo, apesar da visão de imediato ainda ser um pouco borrada. Mas pode caminhar, fazer atividades leves, atividades domésticas, acessar computador de forma moderada, assistir TV também de forma moderada e realizar pequenas leituras.

No dia seguinte à microcirurgia, o paciente é visto para verificação da pressão ocular e do posicionamento do novo cristalino. Se tudo estiver bem, o que é a regra, será visto após três semanas, ou antes, se for operar o segundo olho.
Para melhor compreensão, elaboramos uma lista das perguntas e repostas mais freqüentes a respeito da catarata.

Tecnicamente, o segundo olho já pode ser operado três dias após o primeiro. Porém, frequentemente, os pacientes preferem aguardar uma ou mais semanas .

Um dos grandes benefícios da moderna cirurgia de catarata é a diminuição e modulação do grau de forma tal que hoje, em nosso serviço, utilizando técnicas especiais e complementações com excimer laser, conseguimos com que cerca de 80% dos pacientes operados de catarata não mais necessitem de usar óculos, através da visão em báscula (monovision), ou pela utilização de cristalinos multifocais.

Na verdade, está cada vez mais consolidada no mundo inteiro a conduta de cirurgia do cristalino transparente, isto é, operar de catarata um olho sem catarata, porém com vista cansada para perto (presbiopia) visando a correção do grau e eliminação dos óculos, procedimento este denominado de PRELEX, em vias de aprovação final no Brasil e já realizado em larga escala no mundo inteiro, como pode ser visto da literatura mundial . Assim, após os 45 anos de idade, sequer fica necessário aguardar-se por uma catarata para ter restaurada a boa visão, sem dependência de óculos. A cirurgia de cristalino transparente já foi aprovada pela SBCII, estando prestes a ser endossada pelo CFM.

Apesar da quantidade enorme de cirurgias de catarata realizada ao redor do mundo diariamente, não significa que não ocorram complicações e que não haja riscos. Considerando que toda atividade humana implica em algum risco, a microcirurgia de catarata não é excessão, mas os riscos são obviamente mínimos e são contornáveis em sua grande maioria , como pode ser visto do Termo de Consentimento Esclarecido, onde são expostos os riscos e complicações.

CENOR - Centro de Olhos do Recife
Rua José Osório, 355 - Madalena - Recife/PE
Fone/Fax.: (0xx81) 3229.5000
E-mail: sac@cenor.com.br
Desenvolvimento: Recifeweb.com